Arquivo da categoria: Do baú

Rascunho

De um caderno até então perdido. Escrito em 11.08.2008 Para Orwell e M. Toda arte foi proibida hoje. Estamos no último dia em que é possível ir ao teatro, ao cinema, admirar um quadro, ler um livro, escutar música. Muitas … Continue lendo

Publicado em Do baú, Ficção | Deixar um comentário

Igreja do Senhor Bom Jesus das Dores

Igreja do Senhor Bom Jesus das Dores Uma paróquia sem paroquianos “Irmãos, os que vivem segundo a carne não podem agradar a Deus” (Rom 8, 8). Sete minutos além das oito da manhã. É domingo e as palavras da Epístola … Continue lendo

Publicado em Do baú, Memória | 5 comentários

O Beco da Quarentena

O Beco da Quarentena Ninguém atravessa de uma ponta à outra Em um final de tarde no Bar das Bandeiras surgiu uma conversa sobre o Beco da Quarentena. Há muito tempo eu não ouvia falar naquele lugar. Creio que nunca … Continue lendo

Publicado em Do baú, Memória | 6 comentários

O Bar das Bandeiras

“Que radiola de ficha é essa que eu nunca vi no Bar das Bandeiras?”, devem estar perguntando seus conhecedores. Não é lá. Aliás, nunca fotografei o Bar das Bandeiras. Essa radiola (prefiro vitrola) ficava no Arpeje, sobre o qual falei … Continue lendo

Publicado em Do baú, Memória | 6 comentários

O outro lado da velhinha

Imagens da Velha Boêmia que se nega a virar bairro-fantasma Natal, como sempre, está na retaguarda da História. Enquanto no Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e outros estados os governos se apressam por tombar seus monumentos pelo Patrimônio Histórico, aqui … Continue lendo

Publicado em Do baú, Imprensa, Jornalismo, Memória | 8 comentários