Arquivo do Autor: Sandro Fortunato

Dr. Macarra, o padroeiro das redes sociais

Sebastião Morato de Alcântara era o nome do sujeito. Nasceu no dia 11 de setembro de 1921, no município pernambucano de Barreiros, a 102 quilômetros e cinco dias de distância do nascimento de Carlos Estevão. Para as mulheres solteiras e … Continue lendo

Publicado em Biografia, Humor, Imprensa, Jornalismo, Memória, Memória Viva, Quadrinhos | Deixar um comentário

O mundo em preto e branco

Sou viciado em informação. Admito. Desde sempre. Livros, jornais, revistas, filmes, músicas. Há uns dez anos, senti necessidade de diminuir a carga e selecionar aquilo que me parecesse agradável e relevante, mas sem correr o risco de me tornar um … Continue lendo

Publicado em Cinema, Fotografia | 2 comentários

Cabaret

Rever os filmes dirigidos por Bob Fosse pode ser apenas a manifestação de uma mania, mas escrever a respeito deles já está me cheirando a um pedido de desculpas. É verdade: ainda não engoli Sweet Charity (1969) e a maldita … Continue lendo

Publicado em Cinema | Deixar um comentário

Lenny

Dentre minhas manias (ou incapacidades), está a de me deixar levar sem freios pela busca de conhecimento e me aprofundar em um tema mesmo que ele não esteja ou não pareça estar entre meus principais interesses. Funciona mais ou menos … Continue lendo

Publicado em Cinema, Comportamento, Livre pensar | 1 comentário

Conversa rápida…

Estou traindo o blog com outros escritos. Pronto, confessei. Mas não estou traindo os cinco ou seis leitores que ainda vêm aqui. Ninguém está lendo o que ando escrevendo. É tudo coisa para 2012. Não sei para quando é o … Continue lendo

Publicado em Cinema, Conversa com o leitor, Desenho, Memória, Televisão | 1 comentário

Giulietta e Federico – 68 anos de um amor de cinema

Amor perfeito é aquele que não se realiza. Um amor como o de Romeo e Giulietta, que fica no mundo das ideias, das ilusões, sem ser colocado à prova pela dura realidade, pelo tempo, pelos defeitos crescentes de um e … Continue lendo

Publicado em Cinema, Memória | 2 comentários

A última noite de Cabíria

Já não estranho quando me vejo em personagens femininos. Mas ainda me surpreendo quando um que conheço há tanto tempo aparece de forma diferente, sugerindo outras leituras, me apontando um espelho. Foi assim com Cabíria há algumas noites. O que … Continue lendo

Publicado em Cinema, Comportamento, Livre pensar | 1 comentário

Necrológio de agosto

Meus amores morrem em agosto. Mês de fortes ventos de contrariedade. Sopram, destroem, levam embora. E se algo restou de um agosto passado, o atual se encarrega de enterrar de novo, novamente e quantas vezes for preciso. Já existe caso … Continue lendo

Publicado em Crônica, Livre pensar | 3 comentários

Mais forte que ela

Naquele julho de 1990, chorei durante horas. Deitado na cama, som nas alturas, cantava e chorava. Eu tinha 18 anos e a morte de Cazuza representava a morte da geração dos meus ídolos e de parte dos meus sonhos. Representava … Continue lendo

Publicado em Comportamento, Conversa com o leitor, Livre pensar, Música, Memória | 11 comentários

Carta ao meu pequeno Hemingway

Meu pequeno Hemingway, É com as bênçãos do menino de Itabira que inicio esta carta de presente e principalmente de futuro, pois você viverá uma riqueza de anos e, talvez, ela guarde alguns bons conselhos a serem usados no tempo … Continue lendo

Publicado em Cartas, Livre pensar | 4 comentários