Arquivo do Autor: Sandro Fortunato

Mulheres de Fellini

Vem de longa data a cobrança: “Quando é que você vai publicar um livro?” Ouvi isso pela primeira vez ainda na casa dos vinte anos. Não importava se as pessoas queriam, incentivavam ou cobravam. Eu achava que, no futuro, morreria … Continue lendo

Publicado em Cinema, Livros, Mulheres de Fellini | Deixar um comentário

Celhoca

Outra vez, a morte veio no carnaval. Outra vez, na sexta-feira. Deu um abraço na Célia – provavelmente com misericórdia e carinho – e fez um convite: “Vamos brincar em outro lugar?” Ela aceitou. Há muito não brincava. Há muito … Continue lendo

Publicado em Memória | 4 comentários

Hamlet

Algo está a acontecer no reino dos Clowns.  Logo no início de sua versão de Hamlet, todos são Hamlet. Se você, como eu, acompanha a história dos Clowns de Shakespeare desde seu início, há vinte anos, faz imediatamente a leitura … Continue lendo

Publicado em Crítica, Teatro | Deixar um comentário

Xingu por quem esteve lá

Em 2011, o Parque Indígena do Xingu completou 50 anos. Quando ouvi falar da produção do filme, lembrei imediatamente de Antonio Estevão, cinegrafista da produtora de Jean Manzon e irmão de Carlos Estevão, que em nossas conversas sobre suas aventuras … Continue lendo

Publicado em Fotografia, Jornalismo, Memória | Deixar um comentário

“Xingu”, o filme

Não há ninguém com boa vontade maior que a minha para assistir a um filme brasileiro. Nem precisa ser bom. Basta que seja honesto. As comédias caça-níqueis, deixo para os incautos ou para quando passar na tevê e o controle … Continue lendo

Publicado em Cinema, História, Memória | Deixar um comentário

Quarenta

No terceiro dia, o blog não ressuscitou. Reapareceu na manhã do 40º aniversário de seu autor, mas ficou calado, acabrunhado, sorumbático, embezerrado e macambúzio. Fortemente adjetivado em silêncio. Mais três dias e, agora sim, ressuscita. Numa sexta, 13, lá sem … Continue lendo

Publicado em Aniversário, Crônica | 5 comentários

Retrato Censurado do Grão-Mestre Varonil

•► Leia primeiro o post anterior: Retrato do Grão-Mestre Varonil “Não fumo, não cheiro e não bebo, mas às vezes minto um pouquinho.” “A coisa que mais odeio é a hipocrisia. É a mentira da mentira.” Tim Maia Alto, loiro, … Continue lendo

Publicado em Uncategorized | 3 comentários

Retrato do Grão-Mestre Varonil

Tá lá a foto do Tim estendida no Facebook! De cuecas e camisa rasgada, pouco se lixando para a câmera de Luciana Whitaker. Aliás, ele estava achando sua mãozinha clicadora – e provavelmente ela inteira – gostosa e fez questão … Continue lendo

Publicado em Fotografia, Imprensa, Jornalismo, Música, Memória | 5 comentários

O segundo nascimento

Daqui a cem dias, começa minha vida. Meu Natal e ano novo particulares. A prova – ou não – do velho ditado. Apagou-se o fogo-fátuo daquela noite de dez anos atrás. Vai longe aquele aniversário com conhecidos refugiados em seus … Continue lendo

Publicado em Livre pensar | 1 comentário

Os filmes que me marcaram em 2011

Primeiro, pensei em uma série de listas. Aí deu aquele bode homérico no blog, que ficou fora do ar por duas semanas, e eu broxei para a ideia. Todos começaram a fazer listas. E todos começaram a achar um saco … Continue lendo

Publicado em Cinema, Retrospectiva 2011 | Deixar um comentário