Tirocínio

Um dia, você acorda e entende que não sabia nada até então. Você acorda e quer escrever a coisa mais linda que já escreveu, mas, no fim da tarde, você viveu algo que merece palavras ainda mais belas e que nem conhece. Um dia, você, que não acreditava em nada, percebe que lhe foi dado exatamente aquilo que pedia escondido a Deus, no escuro, na cama, antes de dormir. Um dia, você descobre que não sabe fazer as coisas que acreditava saber e fica feliz e muito grato por poder aprendê-las. Um dia, você descobre que basta fechar os olhos para sentir o cheiro de quem ama e que não sabia nem usar seus sentidos. Um dia, quando a luz da tarde vai caindo, você se percebe refletido nos olhos brilhantes de quem ama. E vê que também é amado. Nesse instante, você percebe que é feliz. E nada mais importa. Nem as palavras. Basta sentir.

Um dia, você dorme achando que é mestre, perde a presunção em um sonho e acorda aprendiz.

Esta entrada foi publicada em Livre pensar. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

3 respostas a Tirocínio

  1. Thiago disse:

    Entendo muito.

  2. henrique disse:

    Peloamordedeus traduza em um texto tudo isso que vc não sabe e que sente e me mande. Até o final do ano garanto, virará peça.
    Amei o poder desse sentimento/momento.

    Sempre gosto muito
    bj amigo

  3. ariane disse:

    Que lindo!
    Viva intensamente tudo isso, sem se preocupar muito em traduzir em palavras. Não faz falta.
    Bj

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *