Diário de São Pedro (VIII) – Texturas da Pitória

Diário de São Pedro (VIII) – Texturas da Pitória
Dois temas que me fascinam, ao fotografar, são a Natureza e a degradação. Mais precisamente a eterna beleza da Natureza e a rápida degradação do que o homem cria. Quando os dois se juntam, me parece mais evidente o quão somos pequenos e imperfeitos, como o pobre homem passa – e rápido! – e como a poderosa Natureza continua, para sempre.
Nos fins de tarde na Praia da Pitória, tentei registrar alguns desses momentos. A Natureza fica brincando com a luz na água e na areia, criando quadros perfeitos que mudam a todo instante. Um segundo depois já não estão mais lá e nunca se repetirão. (Pretensamente) Capturados, podem servir como catalisadores para acalmar a mente dos que moram nos grandes centros ou mesmo aos que não conseguem perceber tais momentos quando se deparam com eles.
Divido dez imagens com vocês. Para vê-las ou salvá-las em tamanho maior, basta clicar nelas. Reparem calmamente em cada detalhe. Espero que viajem maisue eu.

Dois temas que me fascinam, ao fotografar, são a Natureza e a degradação. Mais precisamente a eterna beleza da Natureza e a rápida degradação do que o homem cria. Quando os dois se juntam, me parece mais evidente o quão somos pequenos e imperfeitos, como o pobre homem passa – e rápido! – e como a poderosa Natureza continua, para sempre.

Nos fins de tarde na Praia da Pitória, tentei registrar alguns desses momentos. A Natureza fica brincando com a luz na água e na areia, criando quadros perfeitos que mudam a todo instante. Um segundo depois já não estão mais lá e nunca se repetirão. (Pretensamente) Capturados, podem servir como catalisadores para acalmar a mente dos que moram nos grandes centros ou mesmo aos que não conseguem perceber tais momentos quando se deparam com eles.

Divido dez imagens com vocês. Para vê-las ou salvá-las em tamanho maior, basta clicar nelas. Reparem calmamente em cada detalhe. Espero que viajem mais que eu.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Esta entrada foi publicada em Fotografia, Livre pensar, São Pedro da Aldeia, Viagem. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

2 respostas a Diário de São Pedro (VIII) – Texturas da Pitória

  1. wilson natal disse:

    Gostaria que você parasse de postar essas fotinhas ridículas! Esse tipo de foto faz mal às pessoas.
    Você sabia que o DESPEITO mata? Se não sabia, agora sabe. E sabendo, pare de postar esse tipo de coisa! (inveja, despeito, despeito, despeito…)
    Ahahahahahahaaaaaa!
    GOSTEI! UMA FOTO MAIS LINDA QUE A OUTRA!!!
    Abração,

  2. Tive um flashback… Deu-me vontade de comer todas estas cores e uma lágrima de melancólica felicidade invadiu a minha face.
    Beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *