Puta que pariu! Dercy morreu!

Quero ver quem é o filho da puta que vai noticiar isso adequadamente. E quero ver se algum viado vai querer fazê-la de santa. Santa é o caralho!

Dercy passou mais de um século mandando a morte se fuder. Claro que um dia a piranha chega para todos, mas que levou um baile de mais de um século, isso ela levou!

Nem lembro quando foi. Dercy já estava com 90 e lá vai cacete. Fazia um show de despedida. Sabe-se lá de quê. Apoiada numa bengala, entrava e saía de cena várias vezes. A cada saída, descansava, tomava água, respirava. Enquanto isso, um amigo fazia sala e contava histórias. Ela voltava, sempre de pé, mandava uma dúzia de porras, outro tanto de puta que os pariu e tudo se repetia.

Para uns, uma velha doida. Para outros, um ícone. Acho que ela sempre foi a escrota que todo mundo queria ter por perto na hora de dizer umas verdades. Personagem de si mesma ou não, representava o lado filho da puta que todo mundo tem e tenta esconder. “Vá esconder no cu da mãe”, diria ela.

Já esteve no céu. Em uma novela. Se for para o inferno, aquilo lá vai ser um diversão dos diabos. Acredito que, a esta hora, meio além já foi mandado à merda. Seja lá de onde, já escuto Dercy gritando: “Vem logo, Niemeyer! Vem logo!”.

Escreva-me Logo abaixo em  COMMENTS Clique e cadastre seu e-mail
Esta entrada foi publicada em Memória. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

16 respostas a Puta que pariu! Dercy morreu!

  1. Pingback: Canindé Soares » Blog Archive » Adeus Dercy Gonçalves

  2. Dez!!!!!!! So vc mesmo… adorei heheehe…

  3. Diego Viana disse:

    Ma que porra de post é esse? Deixa a filha da puta morrer em paz, caralho!

  4. Wilson disse:

    Diante das circunstâncias, não sei de devo rir ou chorar. Em caso de dúvidas, o melhor é aplaudir. Aplaudir muito.
    A Grande Vedette partiu desta para melhor… Ou foi para Madalena?
    Como dizia, a vedette mais desbocada do que as putas da Avenida Tiradentes, partiu. Partiu depois de mostrar os peitos, mas nunca a perereca. Nem a da vizinha. Foi lá para o outro lado, talvez à procura do Walter Pinto, ou do pinto do Walter… Foi atrás do Carlos Machado, ou do cabo do machado, sei lá! Só sei que foi, foi.
    Esta desbocada literalmente abarrotava os teatros de São Paulo. O povo amava e ama essa puta louca. Metiam o pau (não “aquele” que queriam meter)na Luz del Fuego e na Elvira Pagã e falavam maravilhas dessa rainha do deboche chamada Derci. Passou pela ditadura arrombando a festa. Levou uns cacetes da vida, mas sempre mandou a vida tomar no cú.
    Derci foi e é a bofetada bem dada na cara das gerações. Conseguiu aquilo que nem os artistas sérios e renomado conseguiram. O amor das crianças. Não ensinou a elas Ibsen, Brecht, Albee. Ensinou, sim, que a perereca da vizinha está presa na gaiola. Quer coisa melhor do que ensinar alegria a essas crianças? Não existe nada melhor que isso.
    No palavrão, no foda-se, levou uma vida alucinante.Um século, mais um ano. 80 dos quais feitos de aplausos.
    Foi-se Derci, porra! Antes ela do que eu. Agora ela prepara-se para a apoteose, numa dessas Revistas apimentadas de um teatro do além. A escada está pronta, os degraus contados, para a sua descida e deslumbre da platéia.
    Muita merda prá você nesses palcos do outro lado da vida! Um caminhão de merda!

  5. Lídia Nascimento disse:

    Tá, ela poderia não ser santa mas era um ícone nacional. Uma pessoa muito amada e querida pela TV brasileira. Uma brasileira que sofreu muito na adolescencia (e na velhice mais ainda), alguém digno de aplausos. Pois pra passar o que ela passou e continuar sempre no bom humor que ela tinha, não é mole não! Só no auge de sua beleza, fez muito sucesso e com isso cativou muitas pessoas e ao mesmo tempo foi criticada por muitos. Associo muito a imagem dela a minha avó (Teresinha), que apesar de não ter sido vedete nem ter mostrado os peitos em público é alguém de “boca suja” que nem ela. Manda quem não a agrada pra porra e não quer saber de nada. Apesar de ser um ato não muito social, admiro isso nas duas pois isso significa que não são pessoas falsas nem hipócritas como outras pessoas que estamos “acostumados” a conviver.
    Acredito que não foi pro inferno não, deve estar no purgatório para pagar os pecados. Mas, acredito que este purgatório nunca esteve tão engraçado!

  6. Chris Angelotti disse:

    Adorei!
    rsrsrs

  7. joão antonio disse:

    Dercy.
    Creio ser eu um dissidente. Nunca achei que a Dercy fosse esta figura despachada e iconoclasta que todos acham. Claro que considero uma grande figura, grande comediante, mas acho que ela era na verdade uma pessoa até certo ponto conservadora. O fato de ser irreverente não significa que tenha sido litertária. Porque palavrão é fácil de dizer. Mas também não acho que ela não tenha sido importante no sentido de liberar um pouco a gente também pra dizer palavrões. Mas também acho ela usou isto como um clichê, as vezes a gente nem sabia direito porque ela estava xingando. As vezes era uma picuinha particular dela.
    Enfim, como todo ser humano ela era complexa e paradoxal.Já ouvi dela frases bastantes conservadoras e caretas, como também já ouvi irreverencias mil.
    Mas viva Dercy! Que sem dúvida foi grande artista
    ab
    joão

  8. Tato disse:

    Rátumanocú, Lobão!

  9. Derrcy Gonçalves foi uma excelente atriz e sempre fez o seu tipo caricato; mas nem por isso devemos tratá-la deste modo. Era uma senhora pacata e mãe exemplar e avó nem falar.
    Dercy era Dercy.

  10. joão antonio disse:

    Dercy.
    Acho que a Dercy pessoa e Dercy personagens caricatos, que faziam, se misturavam. A ponto de a própria Dercy, pra si própria, ter virado um personagem. Eu nunca sabia de fato, em raras entrevistas, em que ela abriu o coração, se era a personagem ou a atriz que estava xingando.
    abraço
    joão

  11. Ariane Silva disse:

    MUUUUIIIITO BOM ESSE TEXTO…..DEFINIÇÃO DA MESMA MELHOR NÃO VI.

    BJOSK……….

  12. Wilson disse:

    Aqui, não falamos de Dolores. E sim, de Derci Gonçalvez. E tratar a morte de Derci no escracho não é desrespeito. É uma questão de sobrevivência.Esta centenária vai fazer uma falta tremenda.
    Dolores não era, mas Derci era assim: Louca, desbocada, imprevisível. Não conheci Dolores, não a conhecemos. Conheci/conhecemos Derci. E ela sempre nos deu o direito de tratá-la com a mesma irreverência com que nos tratava.
    De Dolores sabemos que teve uma vida sofrida, que, autodidata, aprendeu a cantar, dançar e representar; comeu o pão que o diabo amassou e pariu Derci Gonçalves – diluíu-se nela.Chegou à Praça Tiradentes, aos teatros,rádio, cinema e TV. E aos Theatros Municipais do Rio e de São Paulo (Matava-se por um ingresso. Eu mataria…)
    Mesmo com meu comentário acima, irreverente, mas sincero,eu tempo muito amor e respeito por esta pequena grande mulher. E não perdôo aqueles que não deixaram Derci mostrar o seu talentoso lado dramático. Quem assistiu “Violante Miranda” e “A Grande Vedete” sabe do que eu falo. Nestes dois filmes ela deu uma pequena mostra do seu veio dramático. Na televisão (TV Record), foi impressionate a sua performance em “O Avarento”.
    Olhei a foto de Derci toda emperequetada dentro do seu caixão, lembrei da cena final da “Dama das Camélias” que ela representou na Record:
    (Margueritte (Derci) levanta-se tossindo) _ “Cofó, cofó!” (Cospe entre os dentes sobre a platéia) “Cofó, cofó! Tô ca “fininha” Armand. Acho que dessa vez eu vô.”
    Armand “_Não! Não vai!”
    Margueritte “_Eu vô!”
    Depois de muito “eu vou/não vai”, Armand diz: _”Então vai! Vai que depois eu vou!”
    Margueritte, depois de muito procurar a posição certa, fica de quatro, tem um tremelique, cospe e morre.
    E Derci camélia pegou a “fininha”, que virou pneumonia e foi prá glória. E nós, os Armand da vida ficamos aqui, sufocando as lágrimas e os risos.
    Um aviso: Terça (amanhã) tem samba no cemitério de Madalena. E samba-enredo. É disso que eu gosto! E Derci também…

  13. FELIPE disse:

    UMA PENA VC MORRIDO DERCY SAUDADES!!!!!!!!!!!!

  14. Pingback: Blog Memória Viva » Blog Archive » Homenagens a Dercy

  15. simone oliveira disse:

    caralho essa beldade era um espelho e tanto para todos aqueles que vive reclamando da vida essa ai sim soube aproveitar avida intensamente cara dercy foi ´´e e sempre sera um fenomeno um mararavilha de pessoa que viveu para nos da uma lição de vida,sempre dibocada porem humana verdadeira e jamais se deixou leva pelas peças que a vida nos prega.eu finalizo esse comentario solenimente de ter um dia a opotunidade de falar um pouco do furacao chamado dercy gonsalves….ela será eternamente uma estrela de um brilho especial que so ela tem…

  16. joão antonio disse:

    Dercy.
    Não é só porque morreu que a gente tem que dizer que ela era o máximo, eu não compactuo com isto. Tinha enormes defeitos sim, um deles era de ser reclamona, reclamava de tudo, inclusive dos homens. Mas isto não a desmerece, era simplesmente humana, não sobrehumana como querem fazer crer. Quem ler atentamente as entrevistas (sérias, não os esculachos), poderá perceber que ela era reclamona sim. Tem periodos em que dava entrevistas bem depressivas, falando até que a vida não foi boa com ela. Com já disse, isto é irrelevante, o que interessa é que era grande artista.
    Entre a Dercy e o Chacrinha,que era dez anos mais moço que ela, eu prefiro a esculhambação do Chacrinha.
    joão antonio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *