Eu não moro no Brasil

A Agência Brasil, órgão oficial de notícias do Governo Federal, divulgou nesta quarta, 28, e outros sites (aqui e aqui) começaram a papaguear que pesquisa do Instituto Pró-livro aponta que 45% da população brasileira é de não-leitores.

O texto começa assim:

Brasília – Entre os 172,7 milhões de brasileiros entrevistados pela pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, do Instituto Pró-livro, 45% deles, ou 77 milhões, são identificados como não-leitores, ou seja, não leram nenhum livro nos últimos três meses.

Impressão minha ou rolou um CTrl+C/Ctrl+V básico e NINGUÉM LEU a notícia sobre NÃO-LEITORES?

Foram 172,7 milhões de entrevistados? Então entrevistaram todos os brasileiros, menos os que moram no estado do Rio de Janeiro e as pessoas que eu conheço. Algo em torno de 14 milhões ficou de fora. Certamente nunca houve pesquisa que levasse em conta parcela tão significativa da população – 92%. Nem na China ou na Índia devem fazer pesquisas com tanta gente. E olha que isso representaria só uns 13% da população da China e uns 15% da Índia. Mais: esses 172,7 milhões de brasileiros foram entrevistados em 15 dias! Põe eficiência nisso!

No site do Ministério da Cultura (o MinC que não é o Minc do Meio Ambiente), a informação é outra:

O estudo foi aplicado em 5.012 pessoas em 311 municípios de todo o país (…)

…mas segue estranha…

(…) o que representou mais de 172 milhões de pessoas, ou seja, 92% da população.

Vamos lá. Com MUITA BOA VONTADE, eu vou entender que o número de pessoas entrevistadas é uma amostra que representa, em termos estatísticos, 92% da população brasileira ou os tais 172,7 milhões.

A pesquisa não aponta, mas, provavelmente, muitos jornalistas entram nos tais 45% de não-leitores. Ler para quê? Ctrl+C/Ctrl+V…

Sobre outro absurdo – o de que o brasileiro lê, em média, 4,7 livros por ano –, falarei a partir da próxima segunda em uma pequena série sobre leitura. Por ora, só um comentário: quando leio 5 livros em um mês, considero que dei quase nenhuma atenção a esta prática.

Escreva-me Logo abaixo em  COMMENTS Clique e cadastre seu e-mail
Esta entrada foi publicada em Atualidade, Imprensa, Livros. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas a Eu não moro no Brasil

  1. Meu comentário vai virar um “mea culpa”, Sandro…
    Leio muito menos do que gostaria.
    Quando entro numa livraria, fico meio louca e saio querendo comprar tudo que vejo, mas, depois, os livros acabam na fila dos que ainda tenho para ler…Uma montanha!
    E também tenho o hábito de ler vários livros, ao mesmo tempo, que, assim, ficam interminados por meses!
    Pelo que vejo, não estou sozinha nessa prática de pouca leitura.
    Mas envergonho-me de estar tão mal acompanhada…

  2. Sandro Fortunato disse:

    Admitir o erro já é um passo para não repeti-lo. Mas no seu caso, ZI, como nos de outras pessoas que lêem, o problema talvez seja a falta de organização no hábito de leitura. Algo muito comum entre quem gosta de ler, lê bem mais que a média e se culpa por não ler tanto quanto gostaria.

    Ler exige disciplina. Muita disciplina. E este será um dos primeiros pontos que abordarei, na série sobre leitura, na próxima semana.

    Conto com sua sempre rica participação. 😉

    PS A TODOS: Essa mulher escreve bem que dói. Sem desperdiçar palavras. Confiram: http://www.izilda-bichara.blog.uol.com.br

  3. Darlan Mendes disse:

    Eu fiz um curso de leitura dinâmica em janeiro e hoje 29/05/08 cinco meses depois já li 6 livros, o problema do brasileiro é porque tem dificuldade na leitura, mas não fizeram essa tal entrevista com ninguém que eu conheça.

  4. Jailma Nunes disse:

    Considero sorte a minha ter descoberto logo cedo a importância de ler um livro. Esse índice absurdo (verídico não sei), mas mostra quanto ler um livro se torna hoje em dia para muitas pessoas uma obrigação de quem sabe ler. confesso que sou uma compulsiva por leitura, e quem não gosta, considera até algo do outro mundo, uma coisa tão simples 🙂

  5. wilson disse:

    Eu posso muito bem passar meses sem ler um livro, posso passar meses lendo de dois a três livros no mes; posso ler “de cabo a rabo”, em um dia, um livro. Enfim: Posso ler.
    Será que, para o mercado livreiro eu estou entre os não-leitores?
    Ah! Ninguém fez essa pesquisa comigo. Acho que sou do Casaquistão… 🙂
    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *