Feeds – Usando o Google Reader

Este é um texto atípico em relação ao conteúdo do blog. Sua postagem é em função da participação do Sempre Algo a Dizer no Movimento Blog Voluntário, que neste final de semana reuniu mais de 430 blogs com o objetivo de postar algo que auxilie as pessoas a tirarem melhor proveito do computador e da Internet.

Resolvi falar sobre Feeds e um de seus leitores, sem complicação e de forma muito prática, por se tratar de algo que tem tudo a ver com meu trabalho; além do que, em meio a tanto lixo, este sistema é algo de extrema utilidade e que faz como que você poupe muito tempo. Vamos a ele então.

Assine o Feed. Você já leu isso em algum blog ou site de notícias. E certamente já viu alguns dos seguintes ícones.

E o que danado faz esse tal de feed? Você provavelmente já está familiarizado com seu programa de e-mails, certo? Várias pessoas escrevem algo, mandam para você e tudo se concentra em um só lugar, onde também chegam as informações sobre atualizações que você pediu a algum site e também, infelizmente, um monte de coisas que você não pediu.

Ao assinar um feed você está pedindo para ser avisado sobre as atualizações de um determinado blog ou site de notícias. Só que em vez de receber isso por e-mail, você vai ser avisado de outra forma. Que pode até ser bem parecida, dependendo do agregador de feeds que você utilizar. Que diabo é isso, Sandro? É o “programa de e-mails” que recebe as mensagens de atualização. E como é que isso funciona? Chegamos ao ponto!

Há vários leitores de feeds. Se o seu navegador é o Firefox, você já deve ter se acostumado a ver o símbolo laranja do feed em uma das barras na parte superior do navegador. Aquela que já vem com ele, na qual está escrito Latest Headlines. Lá você encontra as notícias do site da BBC. Você pode criar outros feeds para aparecer na mesma barra ou, como o programa sugere, deixá-los na pasta Bookmarks Toolbar Folder. Assim, quando você clica em um deles, vai ver as últimas atualizações dos sites que cadastrou.

Mas que tal uma página bem parecida com seu programa de e-mails que reúna todas as atualizações de todos os blogs e sites de notícias que você costuma visitar? As principais funções disso são: 1) não precisar mais ir buscar as notícias; elas vêm até você; 2) você é avisado assim que elas são disponibilizadas; e 3) você pode organizar tudo em pastas por temas e ler só o que realmente interessa, sinalizar o que achou mais importante, dividir com outras pessoas, enviar a notícia por e-mail… O mais importante é que você estará sempre informado de tudo que gosta. É como assinar todos os jornais e revistas de sua preferência e recebê-los comodamente em casa em vez de ter que arranjar tempo e disposição para ir à banca, procurar, ver se já chegou, andar até outra por que aquela não recebeu, correr o risco de já ter acabado o que você queria…

Há vários agregadores de feeds. Eu uso o Google Reader. Gosto de ter tudo junto em vez de utilizar duzentos programas. Se você tem uma conta no Google (se usa Gmail ou Orkut), tem vários serviços juntos, incluindo o Reader. Se ainda não tem é porque deve ter chegado ao planeta há pouco tempo, mas logo terá uma. Bem, ao entrar em sua conta do Google, procure o Reader nos serviços que ficam no alto da página.

Clicando nele primeira vez nele, você verá a página assim:

É em “adicionar inscrição” que você deve colocar o endereço de feed do site que deseja acompanhar.

Você pode fazer isso copiando o endereço para esse espaço ou simplesmente clicando em algum dos ícones de feeds, apresentados no início do texto, diretamente na página que você deseja acompanhar. Vamos utilizar o do Sempre Algo a Dizer como exemplo. Ao fazer isso, provavelmente você verá uma das seguintes telas:

Nesta primeira, você deve clicar no agregador que utiliza. O do Google está logo ali…

Nesta outra, no Firefox, o procedimento é quase o mesmo. As opções aparecem logo no alto da página.

Nesta terceira, com todos esses códigos, basta que você copie o endereço que está na barra – aquela que você usa para digitar qualquer outro endereço – e insira em “adicionar inscrição”, como dito anteriormente.

Depois é só separar e organizar por grupos do mesmo jeito que você faz com seu programa de e-mails. A cara do meu é assim, como na figura a seguir, cheio de sites de notícias, de site culturais e dos blogs que costumo visitar. Do lado esquerdo, você vê a lista dos feeds assinados; na direita, as notícias que chegaram.

Pronto. Agora você não precisa mais perder tempo visitando aquele monte de sites que gosta para saber se há algo novo neles. As informações é que virão até você. Você já pode começar inserindo o endereço de feed do Sempre Algo a Dizer.

Um alerta que sempre deve ser dado quando se sugere a alguém que utilize agregadores de feeds: Cuidado. Isso vicia. No momento, eu recebo mais de 300 atualizações por dia. E issoporque andei tirando um monte de sites que só eventualmente apresentavam algo de meu interesse.

Achou complicado? Quer que desenhe? Não precisa. Já fizeram isso. Clique aqui, veja toda a explicação em dois minutos e comece a se divertir.

Escreva-me Logo abaixo em  COMMENTS Clique e cadastre seu e-mail
Esta entrada foi publicada em Atualidade, Internet. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *